terça-feira, 15 de novembro de 2016

A SUPER LUA TRUCADA

A primeira foto é uma montagem com as outras duas. Não há como registrar duas intensidades tão distintas de luz em apenas um clic. São necessários ajustes manuais diferentes na câmera. Para fotografar a lua com os detalhes de relevo da superfície lunar é preciso uma lente teleobjetiva e escurecer a cena, diminuindo o ISO e fechando o diafragma. Para fotografar a cidade noturna é preciso clarear a cena, aumentando o ISO, abrindo o diafragma e usar uma lente panorâmica. Não é ficção. É a mesma lua, quase ao mesmo tempo, mas a montagem impressiona mais! Maquiagem... Simulacros... Factóides... Simulações... Representação dramatúrgica ... A ética é que regula a largura desse limite, às vezes tênue, às vezes largo, entre verdade e mentira. Ilusão e realidade. Que esta minha reflexão diante da super lua clareie caminhos!




.

Nenhum comentário:

Postar um comentário